quarta-feira, 22 de dezembro de 2010


Se esse mundo fosse só meu,
tudo nele seria diferente!
Nada era o que é porque tudo era o que não é
E também tudo que é, por sua vez, não seria.
E o que não fosse, seria.
Não é?